Árvore genealógica. É questão de DNA…

22/12/2009 às 16:16 | Publicado em Propagandísticos | 1 Comentário

Olá, meus queridos visitantes e seguidores do Hora do Brainstorm!

Dentro da linha de filmes publicitários excepcionais, separei mais um que é bem recente e que dificilmente veremos circular por aqui. Trata-se de uma espécie de linha do tempo dos carros da marca Porsche, cuja qual também sou fanático. A idéia é mostrar a evolução do produto, os modelos históricos que marcaram época e o lançamento do novo Porsche Panamera que é o primeiro bólido da marca dentro de um segmento mais “sedã/familiar”, mas com cara e coração dos Porsches superesportivos. Vale a pena conferir e acima de tudo admirar o belo trabalho realizado pela agência americana Cramer-Krasselt, sediada em Chicago.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.
more about “untitled“, posted with vodpod

Desde já quero desejar boas festas a todos vocês e voltarei com novos assuntos na segunda semana de janeiro! Aproveitem e até lá!    😉

De arrepiar!

13/12/2009 às 10:40 | Publicado em Propagandísticos | 7 Comentários

Olá, meus queridos e minhas queridas!

No final de semana retrasado resolvi ir ao cinema assistir um filme de um gênero que está longe de ser dos meus favoritos: Terror. Pois bem, lá fui eu tomar uns sustos e me divertir com a reação do público. O filme escolhido foi Atividade Paranormal, e não é que o filme é bom? No início eu achei que fosse ser um saco, já que ele rola praticamente o tempo todo apenas no interior de uma casa, sem falar que todas as cenas provém de uma câmera amadora. Mas após os minutos iniciais isso não mais me incomodava e a história ia ficando cada vez mais interessante.

Comentando sobre o filme com meu grande amigo de labuta, Saulo Colasanti, obtive algumas informações interessantes do filme com o mesmo. Aliás, este post foi sugestão do Saulo e aqui vão os meus agradecimentos e minha dedicatória! Valeu, mano véio!  😉

Vejam só que interessante:

– Os investimentos para produção deste filme giraram por volta de 11 mil dólares
– No primeiro fim de semana rendeu 90 milhões de dólares
– O trailer foi produzido após a pré estréia justamente pra captar a reação do espectadores e vender melhor. Uma puta idéia! Aliás, aqui vai o trailer:

Mesmo pra quem não curte o estilo, eu recomendo. O filme nos faz refletir sobre nós mesmos durante a noite, momento em que não temos conciência alguma do que está acontecendo ou pode acontecer! Hahahaha! Agora deixem de ser cagões e cagonas, leiam a sinópse, revejam o trailer e rumem ao cinema. Depois seria bem legal se vocês compartilhassem suas opiniões sobre o filme aqui. 🙂

O Sistema Mestre!

02/12/2009 às 17:25 | Publicado em Propagandísticos | 3 Comentários

Olá, pessoal!

Selecionei um tema bem nostálgico aqui. Acho que a maioria se lembra e certamente poucos nunca ouviram falar, ou não viveram esta época. Lembram-se do Master System? Um dos vídeo games mais legais e cobiçados na época, ele surgiu em meados de 90. Me lembro quando havia lançamento dos joguinhos e pedia pros meus pais comprarem. Uma vez ganhei um no final do ano que não consigo esquecer a cena: meu pai entrando na sala e falando pra mim e pros meus irmãos que não tinha achado o jogo. Eis que do nada ele o saca de dentro da jaqueta, pra nosso delírio. Lembro também que os controles com fio quebravam pra caramba! Tive uma porção deles. Será que isso acontecia porque  quando eu perdia ou não conseguia “passar de fase” os jogava no chão? 

O fato é que a campanha publicitária dele tinha uma abordagem muito lúdica, bem game mesmo. É claro que se analisarmos hoje a coisa era tosca em termos de produção, mas o conceito era muito legal, vendia muito bem e atingia em cheio os públicos: o primário, a mulecada e o secundário, os pais. Me lembro que logo alguns concorrentes mais fortes iam surgindo, como o Mega Driver e o Super Nintendo e, pra tentar acompanhar ou não deixar os consumidores fugirem, novas versões do Master iam sendo lançadas, como Master System 2 e 3. Mas eu tive o primeirão! Lembro que ganhei a pistola Light Phaser e jogava os dois jogos que vinha na memória, cuja os nomes não lembro agora. Sei que um era de moto e o outro de caça a patos. Depois disso, aos poucos, as campanhar publicitárias de games praticamente deixaram de existir, fundamentalmente porque na internet a coisa era mais eficiente e com a entrada dos PCs nos games fez com que o público agisse de forma diferente, caracterizando outro perfil.

Resolvi abordar este assunto porque ainda sou louco por games, muito mais de PC do que vídeo game, e conversando com uns amigos que tem o mesmo gosto, relembramos do assunto. Na época eu nem imagina que um dia seria publicitário, mas o curioso é que me lembro de algumas peças publicitárias da época incluindo as Dicas Master que eram exibidas na TV. Aqui vai uma amostra:

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.
more about “Master System“, posted with vodpod

 

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.